Dúvidas sobre calcular o IMC? Veja as RESPOSTAS

00

Calcular o IMC, a matemática da saúde e boa forma.

Mudanças nos hábitos alimentares e de vida têm alterado o desenho corporal até mesmo de populações como a da Índia, conhecida por sua estrutura física esguia. A Organização Mundial de Saúde (OMS) já trata a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública do planeta.

E não é para menos: a estimativa é de que, neste ano, o número de adultos com sobrepeso chegue a 2,3 bilhões; e o de obesos, a 700 milhões. Para avaliar se alguém está ou não nesses grupos é calcular o IMC.

Mas afinal, o que é exatamente essa sigla? E como fazer o cálculo IMC? Ele vale para todas as idades e situações? Qual a relação entre medir IMC e fazer uma cirurgia bariátrica? Calcular o IMC deve ser o único parâmetro para definir se o paciente é ou não obeso?

Estas e outras questões você confere logo a seguir:

É o Índice de Massa Corpórea, referência para classificação de diferentes condições (abaixo do peso, sobrepeso e obeso), e reconhecido pela OMS.

É uma conta do nível de gordura e peso por meio da fórmula: Peso (kg) dividido pela Altura (cm) ao quadrado. Ou seja, IMC = peso ÷ (altura x altura).

Assim é feito o cálculo IMC – ÍNDICE DE MASSA CORPÓREA em países como o Brasil; enquanto nos Estados Unidos ele é obtido em polegadas e libras.

Essa matemática surgiu da necessidade de unir altura e peso para decidir se uma pessoa está ou não em dia com a balança. Já que só um fator ou outro não era suficiente para se chegar a uma conclusão sobre o tema.

 

Por exemplo, se você, mede 1,70 metros e pesa 50 kg, para calcular o IMC, é: 50 dividido por (1,70 x 1,70), isto é, 50/2, 89 = 17,3. Portanto, de acordo com a IMC Tabela da Organização Mundial da Saúde, é classificado como magro.

Confira detalhes dos critérios internacionais da condição corporal segundo a OMS e calcule o seu IMC:

  • Abaixo do Peso < 18,50

  • Magreza Grave < 16,00

  • Magreza Moderada 16,00 – 16,99

  • Magreza Leve 17,00 – 18,49

  • Faixa Normal 18,50 – 24,99

  • Sobrepeso ≥ 25,00

  • Pré-obeso 25,00 – 29,99

  • Obeso ≥ 30,00

  • Obeso I 30,00 – 34,99

  • Obeso II 35,00 – 39,99

  • Obeso III ≥ 40,00

A Cirurgia da Obesidade (Gastroplastia) é realizada em pacientes com obesidade grau 3.

Por meio dela, é feita uma plástica no estômago com objetivo de reduzir a capacidade de ingestão de alimentos e, por consequência, o peso em quem possui IMC muito alto. E a IMC Tabela serve de referência na avaliação dos pré-requisitos para a operação.

Sim. Entretanto, ela é praticamente irrelevante em indivíduos treinados.

Apesar de ser preciso na maioria das vezes, o cálculo IMC pode superestimar ou subestimar o índice de gordura no corpo, já que não tem recursos técnicos para diferenciar esse percentual do nível de massa muscular.

Em geral, atletas possuem pouca gordura e muita massa magra. Ao calcular o IMC desse grupo, é possível que o resultado seja sobrepeso, enquanto se está saudável.

Devido a essas perdas, o resultado do cálculo IMC nessa faixa etária nem sempre é exato.  Os idosos podem estar acima do peso mesmo que seu Índice de Massa Corporal diga que estão dentro dos padrões.

Etnias distintas também apresentam variações consideráveis para se calcular o IMC. Quando comparados aos europeus, por exemplo, os asiáticos têm grande probabilidade de entrar no grupo de risco de ter enfermidades com um índice menor.

Uma das preocupações atuais é com a obesidade infantil, que, do mesmo modo que a adulta, cresce em todo o mundo. É natural que as crianças comecem a vida com alto índice de gordura, mas conforme envelhecem vão afinando a silhueta. Sem falar na diferença de composição corporal de meninos e meninas.

Por causa de todas essas variáveis, os cientistas criaram um cálculo IMC próprio para as crianças: é o IMC por idade. Como o nome sugere, ele considera não somente o peso e altura, mas também a idade do paciente.

E, assim, determina a quantidade de gordura corporal que ele (ou ela) tem, além de fazer comparações com outros da mesma idade e gênero.

Medir IMC dessa maneira ajuda, inclusive, a identificar logo na infância possível tendência a ficar acima do peso na fase adulta.

Na prática, os médicos usam gráficos diversos de crescimento para observar o desenvolvimento dos pequenos e de jovens adultos, dos dois aos 20 anos.

Sendo que, para os profissionais de saúde, mais do que checar um número isolado, é essencial acompanhar o cálculo IMC das crianças ao longo da evolução delas, pois é comum que passem pelos chamados estirões de crescimento.

As adolescentes geralmente têm maior percentual de gordura do que os meninos da mesma idade. Então, a faixa de IMC normal tem chance de ser mais alta para as meninas conforme elas crescem.

E ainda: um casal da mesma idade pode ter o mesmo IMC, porém a jovem pode ter peso normal, enquanto o garoto está prestes a ficar acima do peso.

Circunferência abdominal e taxa de colesterol também são muito importantes na avaliação.

Além de medir IMC, é fundamental considerar ainda as escolhas alimentares, a prática de exercícios, a pressão arterial, o índice de açúcar no sangue e o tabagismo para determinar se a pessoa é saudável ou não, quais os riscos de doenças que ela corre.

O ideal é procurar orientação médica para saber o melhor jeito de permanecer no peso correto.

Considerações Finais sobre Cálculo IMC

Foi na década de 1980 que o IMC virou padrão internacional para medição da obesidade. No entanto, só final da década de 1990 o público ampliou seus conhecimentos sobre ele, quando o governo passou a estimular a prática de exercícios e a alimentação saudável.

Está comprovado que estar acima ou abaixo do peso tem consequências muito além da estética. Quilos extras favorecem o surgimento de cardiopatias, diabetes, alguns tipos de câncer etc.

Por outro lado, quem ultrapassa os limites de magreza previstos em IMC Tabela está propenso a distúrbios devido à subnutrição, porque o corpo não dispõe de quantidade e qualidade de nutrientes para trabalhar adequadamente.

Na ferramenta abaixo você pode calcular o IMC e cuidar melhor da saúde. Experimente! E consulte seu médico para analisar seus resultados, pois, como você viu aqui, não basta apenas fazer contas. É necessário interpretar o contexto físico e de vida de cada um.

E como este espaço é dedicado ao seu bem-estar e boa forma, que tal aproveitar e conferir também o artigo sobre REEDUCAÇÃO ALIMENTAR (RA)?

Até a próxima!

Compartilhar

Tags

0 comentários sobre “Dúvidas sobre calcular o IMC? Veja as RESPOSTAS”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a Newsletter

Receba notificação de novos artigos.

Please wait...

Obrigado!

Pesquisa no site

Categorias

Corpo de 21

Hospedado por:

Este site está hospedado em: